Resenha: Fiel – Jessé Andarilho

“O FIEL botou a lei do bandido bom, sem esculachar o viciado e muito menos os moradores.Ganhou respeito com o crime, conquistou seu grande amor e dinheiro, mas perdeu amigos e família.”

Resenha do Livro Fiel.jpg

Em uma realidade que amacia, mas dói é o contexto da resenha do Livro FIEL, escrito pelo jovem Jessé Andarilho, menino da comunidade de Antares que andava tanto pela cidade do Rio que ganhou um apelido dos amigos de andarilho, que se tornou uma de suas assinaturas autorais.

O livro que traz a história da queda de um menino de comunidade do Rio de Janeiro que tinha um brilhante futuro pela frente e por causa de escolhas e ambições errôneas ver tudo se perder. Baseado em histórias reais que ocorreram com Jessé, amigos e conhecidos.

Sendo o primeiro livro do autor, que participa da oficinas da Festa Literária das Periferias (Flupp), a chegar a uma grande casa editorial. Foi lançado em 2014, na Livraria Cultura do Cine Vitória, no Rio de Janeiro.

c - Copy

O livro que foi escrito no bloco de notas de seu celular, durante as viagens de trem da Estação Trancredo Neves à Central do Brasil é elogiado por muitos devido a escrita profissional e acessível, que apesar de não ter um computador para redigir os textos, Jessé desenvolveu muito bem o clímax do livro.

O menino que reprovou a sétima série cinco vezes e que detestava ler mostrou um grande desenvoltura com a construção do romance.

Ana Branco – reprodução O Globo.2014-731669197-2014070727014.jpg_20140723.jpg

 

 

“Do Paraíso ao Inferno”,  por Viviane Santana

 

10408762_110694805939523_7787019025817448712_n - CopyEu, que sempre gostei de assuntos abordando o cotidiano das comunidades, pensei que seria mais uma história de superação ou de sucesso na vida da ostentação do tráfico carioca, até que eu me deparei com o livro FIEL. Começando a história eu achei muito interessante a vida de um menino de comunidade, estudioso, jogador de futebol tendo tudo para ter um excelente futuro. Mas sendo apresentado ao mundo da ostentação que o dinheiro sujo proporcionava e que todos ao seu redor imaginavam ser o topo da vida, o auge. Porém a história não se revela bem assim, mostrando que esse mundo é momentâneo, como ir do céu ao inferno em um único passo. 

A vida do crime nas comunidades é tão vantajosa que acabam iludindo diversos jovens, assim com iludiu Felipe, o protagonista da história, que tinha como objetivo mudar o cotidiano da favela através de diversas outras coisas, menos através do tráfico, o que acabou levando o mesmo a ruína. 

O que ficou com mais reflexivo neste livro é que jovens como Felipe não constroem, nada, apesar de tanto dinheiro que conseguiram. Movidos pela adrenalina/endorfina  onde só se vive o presente/o momento. O que construiu? O que ele deixou de herança? Ela viverá até aos 30/40 anos? Infelizmente não, a única coisa que será levada é um tênis de marca, uma roupa cara do corpo, um cordão de ouro e a vergonha.  Você pensa que tem o poder, mas no fim que poder você tem? nenhum. Como sempre o fim é o mesmo: preso, viciado ou morto.

Particularmente, acho que esse livro deveria ser distribuídos nas escolas públicas para que os jovens da periferia refletissem um pouco mais sobre esse mundo de ilusão, e que também não ficassem apenas nas barreira suburbana,mas que atingisse também o asfalto, a burguesia. Super Válida a leitura!

 

Você pode encontResenha do Livro Fielrar o livro FIEL – Jessé Andarilho

Por apenas R$ 17,91

É só clicar – Submarino.com  

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s